"The Host "- Stephenie Meyer



    Hoje irei postar a nossa primeira, de muitas, resenha, mas antes de tudo, quero esclarecer o porquê de começar com este livro.
Esta obra tem um grande espaço no meu coração, pois a história é envolvente e intrigante.Logo, sei toda e qualquer informação sobre ela, por isso, sem tempo para me aprofundar em  textos mais longos e delicados, tive que começar a utilizar este espaço com uma resenha feita, inteiramente, de cor e salteado.
Então, sem mais delongas, vamos começar com este gostoso debate, clicando, no lindo, Read More.


The Host, ou a hospedeira, é um livro de Stephenie Meyer, tia Steph para os íntimos ou fãs (assim como eu), que relata a história de um "novo mundo" dominado por alienígenas.Eles simplesmente se apropriam de corpos humanos, pois o homem não soube aproveitar o que a sua farta Terra lhe proporcionou, desde sua existência.

Neste novo mundo, a violência, a fome ou a discórdia não existem, ou seja, tratamos de seres, aparentemente bons, que só querem o melhor para o planeta.Entretanto, ainda há alguns grupos de humanos -  poucos, confesso - que tentam resistir ao ataque. Melanie Stryder é uma delas e, mesmo depois de ser capturada por Peregrina, não desaparece completamente e, por isso, continua assolando a mente e a vida da alma.Os seus pensamentos constantes vão de Jared, o homem que ama e que ainda se encontra escondido, até Jamie, seu irmão mais novo. Sua esperança é maior que a derrota e, por isso, se mostra forte e não ameaça se ausentar.

Peregrina está focada em descobrir onde os resistentes se refugiam, para poder comunicar aos Buscadores, porém o esforço de Melanie, faz com que, a alma mude de ideia e vá ao encontro daqueles que sua hospedeira ama.Enfim, ao encontrá-los, um misto de sentimentos passam pela cabeça de ambas: raiva,esperança e amor - principalmente, amor.Jared e Jamie estão juntos e, ao encontrá-los, Mel tenta se comunicar, mas Jared se impõe e, acredita fielmente que aquela não é a mulher que ele tanto amou, mas sim, a alienígena nojenta que a possui.Entretanto, Ian, um homem lindo e doce, acaba se apaixonando por Peg - sim; a alma - e, assim um romance surge. Um só corpo com  duas almas e, dois homens apaixonados por uma única alma, em um único corpo.

O que mais me interessou nesta obra foram os diálogos internos entre Peg e Mel, e as loucuras do Tio Jeb, aliás, a casa é minha, logo as regras são minhas.
Tá, chega de spoilers....

Sei que muitos leitores julgam o livro como lento e demorado, mas por favor, deem uma chance para esta incrível e doce história. O livro realmente começa com muitos detalhes, mas em dado momento, a narração ganha força e você realmente não consegue parar de ler.

#Ficaadica: Leiam antes da estreia do filme, no ano que vem, dia 29 de março.

Para estimular um pouco a imaginação de cada um, resolvi colocar aqui, o trailer de "The Host".Aproveitem:

                  


Ps: Espero que vocês tenham gostado do meu primeiro trabalho! Fiquei muito feliz em poder compartilhar a minha humilde opinião com vocês!

Bjks da Ale!

3 comentários

  1. Ale, continue investindo tanto na leitura quanto na escrita. Você, com certeza, é uma menina diferenciada e vai longe! :)

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Aline Menezes, você realmente vai longe!!
    Já estava louca por esse livro e agora com essa resenha me empolguei mais ainda. Você está de parabéns!!!
    Bjssss!!!!

    ResponderExcluir
  3. Aline e Flávia, muito obrigada pelo apoio de vocês!É muito bom fazer uma coisa por amor e ver que valeu o esforço. Estou trabalhando nas próximas e espero que agrade vocês!bjks!

    ResponderExcluir