"um Amor para Recordar" - Nicholas Sparks



Desde já, quero agradecer pela confiança e pela nova visita. Espero ter agradado vocês com o primeiro post, mas por favor, desconsiderem os possíveis erros rs, pois prometo melhorar!


Hoje, vamos falar sobre uma das mais belas histórias de amor que conheço. "um Amor para Recordar" de Nicholas Sparks, meu divo literário, o rei do romance; o homem que consegue nos fazer chorar a cada livro e, nos fazer rir a cada página. Ele simplesmente tem o dom para a escrita e eu sonho -  e espero -  que possa me assemelhar a ele quando crescer.


Então, vamos começar com o nosso debate???
Clique no Read More e, se prepare para rir e chorar.
Ps: Só não diga que não avisamos.....


A primeira pergunta que deve vir na cabeça de vocês é o motivo pelo qual estou fazendo uma resenha sobre um filme tão conhecido. Entretanto,  aí está o erro. Muitos de nós se preocupam com os filmes e esquecem que eles estão pautados em algo mais concreto, mais real. Este é o caso de "um Amor para Recordar" , e por isso, esta obra veio parar em minhas mãos.

Aos 57 anos, Landon Carter anda pelas ruas de Beaufort e relembra sua linda história de vida, ou melhor, sua linda história de amor. Com 17 anos, Landon queria aproveitar ao máximo seu último ano do colegial. Com um pai ausente e uma mãe amável, ele vive em um família tradicional e, com bons recursos financeiros. Na escola, possui muitos amigos e é um dos mais populares.Quando criança, implicava com o pastor da cidade, Hegbert, mas nunca sonhara que um dia pudesse ter ligação alguma com sua filha, Jamie  Sullivan, uma garota doce, bondosa e que doaria um rim para um estranho se achasse necessário.Entretanto, após irem juntos ao baile de formatura, as coisas mudam de figura. Para Landon, Jamie fora a única menina que sobrara para lhe acompanhar e, ela, bondosa como sempre, não se importou e, aceitou de antemão.

A partir daí, o convívio dos dois passa a ser intenso e interessante. Ambos interpretam a peça de final de ano juntos, a pedido de Jamie, uma vez que esta é tão especial para seu pai; visitam o orfanato da cidade e saem juntos da escola para suas respectivas casas. Porém, a princípio, Landon teme que seus amigos o pressionem ou que sejam maldosos com Jamie, por ela ser do jeito que é: amante de roupas largas, educada e religiosa.No entanto, ao longo do tempo não se importa e acaba se apaixonando.Entretanto, o tempo não lhe fora favorável.... Jamie possui uma grave doença e isso atrapalhará o decorrer de suas vidas.Todavia, ambos demonstram que o amor pode ultrapassar qualquer barreira e, por isso, se amam a cada instante.

Para mim, o livro foi um ensinamento de como o amor é infinito e poderoso. Em nenhum momento presenciamos partes apelativas e que zelam pelo simples prazer. A intensão é mostrar como esse sentimento é puro e inocente.

Espero que tenha motivado vocês a terem um interesse maior nessa obra. Não deixem essa linda experiência ser perdida.

E para dar aquela animada, coloco o trailer do filme, baseado no livro. Bjks e até a próxima resenha ^^


                   

7 comentários

  1. Esse livro é perfeito, amoooo!!!
    E realmente nos faz chorar.
    Adooooreei o post, bjssss!!!!

    ResponderExcluir
  2. Aí, eu chorei horrores lendo esse livro! Tio Nicholas sempre me faz chorar!rrsrs!

    ResponderExcluir
  3. Amei o filme, mas ainda não li o livro...
    Falam tanto no livro e quero conferir!!!
    Adoro os livros desse autor... sempre choro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é simplesmente perfeitoooo! EU li antes de ver o filme e os dois se completaram no meu coração!

      Excluir
  4. Foi um dos livros mais lindos que já li, muito emocionante e perfeito. Fiquei super deprimida no final, mas valeu a pena ler sobre um amor tão verdadeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Esse livro nos mostra o poder do verdadeiro amor.... Amei as mudanças que esse sentimento proporcionou! Chorei no final, mas aprendi muitas coisas também!
      Amei seu comentário! Obrigada pela visita ;)

      Excluir
  5. Há muito tempo um amigo me falou para assistir a esse filme, pois iria me ajudar. Traumatizei, pois eu tinha o mesmo problema que a protagonista, obviamente não na mesma gravidade, mas poderia se tornar. Só depois de muito tempo consegui ler o livro.

    Rita Flôres
    paragostardelerbrasil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir