Ser diferente é bem legal...



Ao ler os livros de minha listinha e ao escrever um pouco mais minha própria narrativa, fui analisando a biografia de cada personagem que conheci e convivi e, embora, muitos se assemelhem pelas características próprias de seus gêneros literários, pude perceber os seus detalhes individuais : o jeito petulante de um; o carisma do outro;  a personalidade forte de um terceiro; o olhar sedutor daquele; a sensibilidade deste e afins. Muitas maneiras diferentes que acabam por completar cada enredo.

Graças a Deus, não somos todos iguais, pois imaginem se todo mundo gostasse de azul? De doce? De festas? Das mesmas coisas?

O mundo seria, realmente, muito monótomo.Uma completa chatice.
 1 Alexandra incomoda muita gente....
               2 Alexandras incomodam, incomodam muito mais... Hahaha
 Assim, cada um, surgiu com o seu grau de temperamento, atribuindo uma diversa paleta de cores à nossa vida.

   Uma sábia amiga  me disse que o mundo não é só preto e branco, mas é composto por uma incrível combinação, ou seja, não devemos fazer isto ou aquilo, como uma pré-determinação, mas sim, combinar o que é conveniente. Conciliar e ser feliz. Entretanto, eu peco muito neste ponto. Sou determinista demais. Para fazer uma simples coisa, penso milhares de possibilidades; tiro até a raiz quadrada de Pi - Tudo bem, exagerei, mas este é o espírito. Enfim, dou a volta ao mundo, para não cometer um erro e magoar alguém que ame. Sou perfeccionista demais e levo tudo ao extremo; notas, dieta, amizade e afins. 

   Eu sempre gostei de conversar com as pessoas mais velhas, pois elas carregam  uma experiência que ainda está bem longe de me alcançar. Entre estas conversas, um professor me disse : " Se você fez o que você faz hoje em dia com a sua infância, você cometeu o maior crime da sua vida. "; e eu fiquei  me perguntando,  "O que eu fiz?" e, ele me respondeu, " Você calcula demais, pensa demais e esquece do que você, realmente, quer." . A partir dali, comecei a refletir sobre a minha vida e, decidi que ser diferente é legal. Não há motivos para tentar mudar por terceiros. Quem quiser que me aceite do jeito que sou!

 Alexandra é uma menina  apaixonada por livros; que ama escrever; que é viciada em café; que adora músicas instrumentais, pois elas lhe tocam na alma; que ama verdadeiramente e intensamente quem lhe faz bem - família e amigos - e não tem vergonha de quem é. Já cometeu muitas burradas, pois tem vergonha de falar diversas coisas, mas sente que quando escreve pode mostrar seu verdadeiro eu. É tímida, mas em público, quando tem que apresentar eventos, trabalhos ou qualquer coisa do gênero, solta a "Alexandra de seu interior" e, esquece que possui uma plateia. Batalha por seus sonhos e não desiste até realizá-los. Essa sou eu... Sou diferente de qualquer menina da minha idade, mas não estou nem aí. Tenho orgulho disso.

       Resolvi escrever este post, pois sei que muitas pessoas ficam acanhadas por serem diferentes, mas não pensem no que os outros vão pensar.
Pense em ser feliz. Viva, ame intensamente, independentemente, da idade que tenha -  15, 30,60 anos; enfim,criança, jovem, adulto, idoso -  somos todos seres humanos, mas nossas almas  são  únicas.

      Pegue um dia da semana, esqueça as preocupações e dê valor ao seu círculo particular. 
Por um acaso, este post me lembrou do livro " Se você me visse agora" (clique no título para ver a resenha), onde Ivan faz com que Elizabeth deixe sua vida pacata e aceite a felicidade que batia em sua porta.
 Dê uma lida nesse livro, pois ele renova vidas.

E aí,  como vocês valorizam a individualidade?
Espero ter agrado com este textinho,mas na verdade, ele serviu mais como um desabafo do que como conselho. Entretanto, como curto este espaço, resolvi compartilhar!

Bjks e dê sua opinião, pois ela é muito importante para nós.

2 comentários

  1. lindo amoreeeeeeeeeeeeeee.....saiba que você é importante pra gente de qualquer maneira....se tem pessoas que nunca vão deixar de te amor somos nós....sua família...te amoooo

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou, maninha! Sei disso e,saiba que a recíproca é verdadeira! Te amo s2

    ResponderExcluir