"Travessia" - Ally Condie


Como disse anteriormente, se Deus quiser, muitas resenhas e posts virão o mais rápido possível para nosso espaço. Então, por que não começar a jornada com essa maravilhosa distopia ?

Bom, durante um tempo, todos ficaram de olho nos novos livros que estavam chegando ao mercado. Livros que faziam os jovens questionarem e mudarem o que não lhes agradava. Nós falamos um pouco sobre esse tema na resenha de Destino (clique aqui para lê-la), primeiro livro da maravilhosa trilogia de Ally Condie.

Desde que li Destino, as distopias me conquistaram e pude aceitar o gênero entre as diversas obras que chegavam às minhas mãos, como Starters (resenha aqui). Assim, não conseguia me segurar até que a continuação de Condie fosse lançada. Demorei um tempo para dividi-la com vocês, mas aí está o prometido. Clique no Read More e se encante, ou melhor, intrigue com o suspense da Sociedade.




Se você já havia amado o enredo na primeira obra, se prepare para se viciar na continuação. Em Travessia, Condie te trás novos olhares sobre cada aspecto que aborda. Nós deixamos de ficar focados no ponto de vista exclusivo de Cassia e, passamos a ter narrações alternadas entre Ky e a protagonista. O que foi um alto ponto na obra, pois conseguimos identificar cada emoção e cada segundo que se passava através da busca incansável para ambos se encontrarem. Será que valeria a pena largar sua "segura" vida dentro da bolha, chamada "Sociedade", por uma Aberração das Províncias Exteriores, enquanto um aspirante à médico, o seu príncipe encantado, ou melhor, seu Par batia todo dia na sua porta?  Bom, esta resposta está nas mãos de Cassia e, todo seu destino se mudará, a partir de, sua decisão.

Ally soube trabalhar cada detalhe no decorrer de suas páginas,  terminando seus capítulos - às vezes longos, às vezes curtos - dependendo exclusivamente do ápice da história. E, por incrível que pareça, mesmo que os Povs  sejam alternados, a sintonia de Ky e Cassia fazem que, não só suas atitudes estejam entrelaçadas, mas também, seus pensamentos e sentimentos. E assim como a teia azul de Hunter, novo personagem do enredo, ambos estão conectados e, lutam com o tempo que têm, para estarem juntos.

Cassia tinha determinação para encontrar Ky, mas com o poema proibido que seu avô lhe dera e, com todos os outros aprendizados que conquistou através das brechas da Sociedade, ela percebe que deve buscar outro limite, a Insurreição -  rebeldes que lutam pelo poder da escolha, quebrando o autoritarismo do governo. Assim, com a ajuda e o empenho de Indie, Eli, Hunter,Vick e Ky a busca é promovida e muitos perigos proporcionados. Entretanto, muitos segredos estão em jogo e, será que vale a pena saber da história de vida completa daqueles que o cercam? Será que isto não lhe magoaria mais do que lhe ajudaria? E será que todos os riscos nos Cânions, na Escultura ou na própria Sociedade lhe dariam a liberdade que tanto almejava?

Uma primeira rachadura na bolha foi proporcionada, mas agora, a abertura deve ser realizada. Será que todo o esforço adiantará? Nada é certo, mas Cassia Reyes nunca mais será a garota que acreditava, fielmente, nas decisões do governo. Isto é certo. Aliás, ela é uma Classificadora nata e nem os compridos vermelhos lhe fariam esquecer dos fatos que aconteceram e que mudaram seu rumo completamente.

Em Travessia, pude entender o lado de Ky que não conhecia, mas fiquei com o coração pequeno por Xander. Mesmo ele sendo o príncipe encantado da vez, me apaixonei por ele, pois Ky é o garoto que toda menina desejaria: o oposto que te aconselham; o que se arrisca a escrever; que comercializa poemas no mercado negro; o que escreve seu nome num tronco de choupo; o que sussurra "Não entre docemente" em seu ouvido;  o garoto que te amou desde sua infância, mas que nunca despertara sua atenção.

Ao que parece, a autora não deixou os personagens soltos, pois ela soube aproveitar a própria história de cada um e, o leitor se morde de curiosidade para tentar descobrir o porquê de cada atitude. Bom, como não sou Ally Condie, sugiro que vocês leiam este maravilhoso livro que me prendeu em cada pontuação, em cada palavra, em cada frase, em cada página e em cada capítulo para poder descobrir. Foi uma aventura realmente surpreendente e, que promete chegar ao ápice no último livro da trilogia. Só espero que não demore tanto, pois já sinto saudades dos meus companheiros diários. Este é um livro que te faz querer lê-lo em uma madrugada, mas que te faz demorar para não ter que soltá-lo tão depressa.

Os nossos personagens procuram pelo Piloto, líder da Insurreição, mas você deveria procurar a livraria mais próxima para adquirir esta obra.

Vai perder essa?? Acho que não!

Espero que tenham curtido nossa matéria! Até as próximas resenhas e papos literários ;)

Bjks da Ale


4 comentários

  1. muito bom!!!....como sempre vc arrasa....bjks

    ResponderExcluir
  2. Aí, que bom que você gostou ;)

    ResponderExcluir
  3. Sério que você gostou?
    Eu me senti tão mal lendo esse livro... Acho que esperava bem mais dele, mas a história era tão parada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee, Babi! Gostei sim! Eu acho que por ser fascinada por distopias, meu interesse por livros assim é enorme... Eu tive grande paixão por Destino e quando chegou a hora de Travessia, minha expectativa também era enorme. Achei que foi uma parte muito importante, pois pude entender o que Ky estava sentindo e não só o que Cassia nos permitia ver. Só espero que a última parte da Trilogia não me decepcione, não é mesmo? Rs!
      Fiquei feliz em ver seu comentário :) Obrigada pela visita! Aguardo mais comentários seus!

      Excluir