"Questões do Coração" - Emily Giffin




Já perceberam o quanto é difícil falar sobre as pessoas que estão ao nosso redor e, que ao mesmo tempo, admiramos, amamos e protegemos?  Eu já. Sempre que vou falar com alguém sobre minha família ou amigos mais próximos, eu fico sem palavras e, quando vou ficar com estas pessoas de que falo, prefiro demonstrar do que falar...

As coisas do cotidiano, os afagos, as palavras ditas - ou as não ditas - sempre ficam gravadas em nossa memória, tentando, ao máximo, valorizar cada momento. Aliás, "as pessoas que você mais ama são as mais difíceis de manter por perto". Bom, e, é com esse clima que entraremos na obra de Emily Giffin. Prepare-se para se identificar com os personagens desta história, bem construídos e muito reais, clicando no Read More. 




Questões do Coração é um livro extremamente arrebatador, mas que deixou um paradoxo em minha cabeça, fazendo - me pensar em como fazer a resenha para o blog. Entretanto, depois de refletir sobre o dia a dia de cada pessoa ou casal, que não esteja dentro dos famosos contos de fadas, consegui achar um ponto de partida para começar. 

Emily tem um dom fantástico para construir personagens verossímeis e simples, capazes de citar revistas, programas de televisão, ruas e avenidas, com as quais podemos nos identificar e, imaginar plenamente, cada cena. Com um extremo jogo de cintura, o humor e a inteligência foram valorizados e, os sentimos como amor, rancor e perdão - principalmente, perdão - conseguiram se equiparar e, não ficar em segunda escala. 

Com pontos de vista alternados e, regularizados à cada situação, ficamos por dentro da vida de Tessa Russo - mãe de dois filhos, Ruby e Frank; casada com um cirurgião plástico pediátrico, o charmoso Nick; e, que parou de trabalhar para se dedicar ao seu lar. - e Valerie Anderon  - uma advogada bem- sucedida e mãe solteira, após um caso adolescente com Lion, de Charlie, um menino doce e maravilhoso. Após esta decepção, Valerie se priva de amizades e, de confiar plenamente, em qualquer um. Com o Pov de Tessa em 1º pessoa e, com narrador onisciente no Pov de Valerie, as revelações se tornam importantíssimas e, com peso total.

Duas vidas completamente distintas, mas que acabam por se encontrar através de um acidente e, de um cirurgião. Um elo desagradável e, que exige muito de aceitação. As diversas situações que ocorrem não são surreais, ou qualquer coisa do gênero, pois elas podem acontecer em qualquer casa.

Como disse, Giffin tem o dom de atribuir características comuns  à cada personagem. Quem não tem uma amiga descolada e baladeira, como Cate? Uma vizinha, e amiga, paranóica pela perfeição e, que te mostra como melhorar sua vida, como April? Um irmão que não sabe disfarçar, como Dex? Um irmão engraçadíssimo e, que não tem vergonha de assumir o que é, como Jason? Ou, mães que sabem falar, "eu bem que te avisei" ou " se pedisse minha opinião", mas que estão sempre do seu lado para te ajudar, como Barbie e Rosemary ?

O paradoxo ao qual me referi foi pelo fato de que, em algumas partes, achei que a pontuação não favoreceu muito em determinadas situações e, que mesmo, concordando com as regras de apoiar os interesses e a integridade das mulheres, acabei entendendo tudo o que se passou. "Todas as personagens se questionaram sobre tudo o que acreditaram algum dia  e, perceberam o que, realmente, importava". Suas famílias.

Este livro é simplesmente encantador e intrigante, ao mesmo tempo, fazendo com que você vire cada Pov em um piscar de olhos, a fim de, conseguir rir, chorar, encantar ou perdoar alguém. Questões do Coração é uma obra para você se entregar, realmente,  de coração para refletir.


Espero que tenham gostado da resenha e, que mesmo sendo um tanto pessoal, tenha conseguido levar o tema por um bom rumo.

Todos deveriam correr para comprar seus exemplares, pois Emily Giffin vem à Bienal deste ano e, vocês não vão querer perder o autógrafo desta escritora magnífica, não é mesmo ??

Até as próximas resenhas!
Bjks da Ale!

5 comentários

  1. Lindo como sempre....Ainda bem q você terminou de ler o livro antes de ir embora, só assim eu posso ler ele...kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou! KKK! Pois é... Acho que também vou terminar de ler " A Escolha"...

      Excluir
    2. Então vai ficar mais um...kkkkkkkkkkkk

      Excluir
  2. Esse foi o primeiro livro da Emily Giffin que li e me apaixonei pela autora! O que gostaria mesmo era ler o POV do Nick...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, linda! Esse também foi o primeiro livro dela que li e também amei! Fiquei com raivinha do Nick, mas também gostaria de saber o que ele sentiu...

      Excluir