Dias para depois...


Uns dias atrás, me deparei com uma frase que muito me intrigou. " A preguiça é o melhor dos pecados, pois ela impede que pratiquemos os outros". Na hora, me identifiquei um pouquinho, pois tem certas atividades que sempre prometo fazer, mas que sempre deixo para depois, motivada pela preguiça. Academia ou caminhada são exemplos disto. Vontade não me falta, mas acabo fazendo outras coisas no lugar. Leio, escrevo, toco teclado ou pinto, mas não vou fazer os benditos exercícios físicos. Bom, este é um dos meus dilemas e, por isso, concordei plenamente com a frase que havia lido.

Alguns dias depois, eu estava escrevendo e acabei encontrando, aleatoriamente, uma música da banda Nickelback, chamada  "If today was your last day" - "Se hoje fosse seu último dia"-,  que acabou colocando diversos pensamentos em minha cabeça. Afinal, se este realmente fosse meu último dia? Não ia ficar preocupada em não poder ir na academia, mas e as outras coisas que eu não dera o valor que mereciam? O relógio não para e por que não deixamos nossos orgulhos de lado e passamos a nos importar em aproveitar a vida, como ela deve ser vivida? Afinal, como diz a letra da música, a vida não é uma mera passagem.

Nossos amigos, nossa família, nossas relações e tudo que nos rodeia têm um significado especial. Eles preenchem as páginas em branco do livro da nossa história. Cada capítulo é um conhecimento e uma descoberta. Nada é igual.

Se só tivéssemos uma chance para recomeçar, você não faria isso agora? Os dias para depois, realmente, podem ficar para depois, pois o mais importante é o presente. Não desista de seus sonhos. Não desanime. Aliás, nunca é tarde demais para conseguir realizar o seu objetivo.

Seja otimista. Abrace quem você ama. Sorria. E seja feliz. 


Preguiça? Todos temos, mas precisamos superar nossas fraquezas e partir para a luta.

Outra motivação para este post foi a minha leitura da vez. "A Culpa É Das Estrelas" é revigorante e estou amando. Em breve, trarei a resenha para vocês. Só espero não estar chorando quando estiver escrevendo. Me disseram que é necessário mais do que uma caixinha de lenços para este livro e posso acreditar, pois John Green está encaminhando maravilhosamente a obra. 

Bom, adorei falar sobre este tema. Ele foi muito importante para mim. É sempre bom colocar a mão na consciência e ver o que podemos melhorar. 

Para encerrar o post, deixo a sinopse do livro que me deu base para esta conversa. Espero que tenham curtido e que amem Nickelback  e o livro de Green.


Sinopse de "A Culpa É Das Estrelas" - John Green

A Culpa É Das Estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas. Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A Culpa É Das Estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

Fonte da resenha : Skoob

****

E aí, o que acharam? Vocês também têm muitos dias para depois?
Conte pra gente!

Bjks da Ale!

2 comentários

  1. como sempre vc me surpreende a cada dia q passa....adorei o post e tb fiquei me perguntando sobre o que eu tenho deixado pra trás...enfim...te amo muito!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn! Muito obrigada, irmã! O Nickelback realmente me inspirou! TE AMO MUITOO!

      Excluir