Respirando Sentimentos...


Até poucos dias atrás, não havia dado tanta importância ao meu olfato. Sentia apenas a diversa gama de perfumes que circulavam ao meu redor. Entretanto, percebi que sem o olfato, não existiria o paladar e a vida ficaria muito mais insípida sem ele... 

Estas foram percepções que nunca passaram por minha mente, a não ser nas aulas de biologia, mas que começaram a entrar na área das emoções a partir de uma conversa entre amigas...

*****

Quando estamos entre as meninas, sempre abrimos o verbo para a discussão de assuntos que estão presos no coração. Assim, em uma hora de intervalo escolar, a saudade* chegou como uma intrusa na conversa.
* Bichinha teimosa que insiste em ficar perpetuando coisas ilusórias. 

Nossa mente já trabalha por si, mas sempre arrumamos um jeito de entender que algumas situações não voltam mais. Entretanto, mesmo com tanto esforço, um fator atua discretamente e dificulta ainda mais a situação. Um dos cinco sentidos parece ter um cartão de memória próprio e, por isso, consegue captar qualquer coisa que você já tenha notado alguma vez. Logo, o olfato é o culpado de tudo.

As nossas lembranças não passam do campo mental, mas o cheiro das coisas consegue ativar as sensações reais que os sentimentos despertaram em determinado momento. Ele comprova que tudo realmente aconteceu e aciona cada célula de nosso corpo. Ficamos mais atentos, procuramos o dono do perfume e uma sensação de nostalgia e relaxamento nos invade.

Cada coisa possui uma característica e um cheiro proeminente. Doce, forte, natural... Cada um com suas peculiaridades...

Amo chegar da casa da vovó e sentir em minha roupa aquele cheirinho típico que só a avó tem; adoro o perfume natural e inocente dos bebês; minha boca se enche d'água quando chego em casa e o vapor delicioso da comida da mamãe invade minhas narinas; e meus olhos lacrimejam quando alguém na rua passa com o mesmo perfume de alguém que já foi especial para mim. Fico como aqueles animalzinhos de desenhos animados que perseguem a "fumacinha" com cheiro bom.

Ai, sentimentos, pensei que vocês só estivessem trancados em minha mente, mas ao que parece, alguém lhes deu a chave reserva, que estava debaixo do extintor, e vocês conseguiram se espalhar por meus sentidos. Ou será que eu mesma lhes dei essa permissão???

*****

Bom, pessoal, este pequeno textinho serviu como um desabafo coletivo ( minhas amigas que o digam...), mas espero que tenham gostado!

Bjks da Ale ^^

2 comentários

  1. hahahahahahahahahaha...pode crer...quantas vezes ficamos com o cheiro de determinada coisa por um bom tempo no nariz né??? mas não há nada melhor que o cheirinho da mamãe....ainda bem que vou poder curtir esse cheirinho de novo, pelo menos por 1 semana...bjks

    ResponderExcluir
  2. Com certeza! Amo cheirinho de mãe!Cuida bem dela, viu?? haha! Bjksssssss!

    ResponderExcluir