"Adeus, por enquanto" - Laurie Frankel


E se o amor continuasse além da vida??

Muitas pessoas pensam sobre esta possibilidade. Pensar sempre é algo palpável. Contudo, um programador de software foi mais além. Se o amor é um sentimento poderoso, a tecnologia não poderia ser uma ferramenta igualmente poderosa ??

Tudo começa numa empresa de relacionamentos online. Como achar o seu par ideal? Preencher formulários chatos não é a solução. Sam Elling ficava responsável por arrumar os casais perfeitos entre as pessoas que se inscreviam na empresa. Entretanto, ele mesmo não conseguia encontrar sua namorada perfeita. E para dar lucros para a empresa e para benefício próprio - ficar sozinho pode ser realmente irritante algumas vezes - Sam cria um algoritmo que identifica sua alma gêmea a partir de seus dados de acesso à rede online. Assim, ele encontra, através de seu programa, a garota da sala ao lado, Meredith Maxwell. Eles são pessoas  que realmente se completam. Engraçadas, de mente aberta e que aceitam os riscos da vida.

O algoritmo era extremamente bom e, por isso, o chefe de Sam acha que sua empresa teria uma redução drástica dos lucros. Afinal, as pessoas arrumavam seu par certo logo de cara. Não voltavam. Não pagavam mais taxas como acontecia anteriormente. E para consertar tal situação, o mal é cortado pela raiz. Sam é demitido, afinal.

Desolado, desocupado e amando loucamente, ele decide dedicar seu tempo à Meredith, mas uma bomba estoura na família. A avó companheira, conselheira, porto seguro da família Maxwell, a Livvie amável, morre. Todos ficam muito abatidos e sem forças para continuar. Sam estava sempre do lado de sua amada e, por estar desempregado, coloca seu foco na programação. Por que não ultrapassar o limite da morte?? Por que não criar um meio para que todas as lembranças eletrônicas se perpetuem como se a pessoa amada estivesse apenas distante??? Mais uma vez, a mente brilhante de Sam consegue concluir seu trabalho e Livvie volta por emails e por vídeo para conversar com a neta. Ela não ressuscitou. Não me entenda mal. Trata-se de uma recapitulação de conversas passadas que são modeladas para o presente. Genial, não??

Se tudo deu certo com Livvie por que não expandir o alcance? Por que não ajudar outras famílias a superar o luto?  Dash, primo de Meredith, os ajuda nesta missão e todos os negócios se desenrolam.


Sam e Meredith se amam incondicionalmente e nunca pensaram em usar o programa entre si. Contudo, o que será que o destino os deixará?

Este livro é magnífico. Os limites entre tecnologia, amor, perda e superação são incríveis. Apesar de ser um contexto complexo, a autora não se perde em nenhum momento e nos deixa com uma vontade de quero mais.

Meu personagem favorito com certeza é Dash. Como não amar as palhaçadas de um primo às vezes gay, às vezes hétero? Uma pessoa divertida que está sempre disposta a ajudar. Mora em L.A, mas se despenca para Seattle às 3:00 da manhã se você estiver com problemas, com o melhor bolo e o melhor vinho que existem. Ele, com certeza, é mais do que um simples primo. É um amigo de verdade.

Fiquei impressionada com o amor verdadeiro que o casal central nutre. Ambos não desistem. Tem o outro como cúmplice e conselheiro. Eles são mais do que namorados; mais do que amigos. Eles são duas pessoas em apenas uma.

A tecnologia presente nos remete aos avanços da ciência. Afinal, o que será possível no futuro?? Conversas por email e skype poderão ser feitas com as lembranças de seu ente querido??

 Bom, eu simplesmente fiquei encantada com a obra. Há muito mais do que um simples enredo neste livro. Há vida. Há amor. Há eternidade em cada parte.

 Agradeço por ter recebido este presente da editora. Com esta cortesia pude conhecer outro mundo. Obrigada! Obrigada!

E, para encerrar, deixo uma passagem que a autora citou numa das partes de seu livro, que na minha opinião, define completamente Sam e Meredith:

"Não me cruzando na primeira não desista,
Não me vendo num lugar procure em outro,
Em algum lugar eu paro e espero você."

Walt Whitman, "Canção de mim mesmo"


Espero que vocês amem, como eu amei, todos os personagens. 


Bjks da Ale! 

O dia de alguém especial...


Oieeeee, pessoal!

Hoje eu estou pulando de alegria, pois a minha linda irmã e parceira de blog faz aniversário! Isso mesmo! A nossa Flavinha completa 31 anos de doçura, carisma e amor.

Como essa chatinha é a razão do meu viver, não podia deixar de expressar todo o meu carinho por ela .... Por isso, Flávia, fique atenta. Pois você não está no The Best Words Br, você está no ARQUIVO CONFIDENCIAL.


****



Bom, em 1982, uma criança sapeca e divertida veio ao mundo para alegrar seus pais. A primeira filha do casal. A menina levada que sempre arranjava ideia. Com sorriso fácil, conquistava todos que estavam ao seu redor. 

Depois de 15 anos, uma outra menininha, mais bonita do que a primeira, nasce para perturbar e mexer nas coisas da irmã. Essa sou eu! Haha!

A partir daí, as meninas brincavam, brigavam e cresciam. Cada uma com sua peculiaridade.

 A primogênita tomou seu caminho. Casou e se mudou - literalmente. E deixou a caçulinha com uma imensa saudade no peito. 

Pois é, hoje a menina sente aquela vontade de dar um abraço apertado na manadinda ao acordar; de ver seu sorriso brilhante durante a tarde; e de conversar sobre tudo numa noite fria, juntamente com um café. 


Hoje Flávia está casada e tem uma filhinha de quatro patas. E sua irmã neste momento deseja que ela tenha muitas felicidades, paz, saúde e amor. Ela pede que Deus a abençoe imensamente e que N.Senhora lhe cubra de graças.

Alexandra agradece por ter Flávia como sua confidente e amiga para todas as horas. Ela sabe que apesar da distância, um imenso elo é proporcionado pelo amor que os seus corações nutrem.

****

Linda, fiz questão de postar esta pequena homenagem pra ti, pois você merece cada demonstração de carinho de minha parte. Apesar de achar que as palavras não conseguem expressar tudo o que sinto, quis tentar. 

Mais uma vez, PARABÉNSSS!

Obrigada por ser essa pessoa maravilhosa!

Te amo!

Resultado da Promoção: Do 1 até "Depois dos Quinze"


Olá, queridos leitores!

Nosso dia chegouuuuuuuuuuu! Iupssss!
Um aninho de estrada! Passou muito rápido, né?

Não consigo segurar a emoção que sinto por ter o apoio de todos vocês. Às vezes, ainda acho que estou num sonho perfeito. Afinal, " sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de livraria". 

Todos os nossos discursos já foram devidamente feitos no post de divulgação da promoção. Hoje eu não tenho palavras para expressar o quanto estou maravilhada com esta data. Só penso na quantidade de agradecimentos que preciso fazer.

Bom, chegou a hora de saber quem foi o grande ganhador (a) da noite.... Primeiramente, agradeço pelos lindos textos enviados. Nós amamos cada um deles, mas, infelizmente, não podemos premiar todo mundo. Contudo, trabalharemos para que mais promoções sejam feitas por aqui ;)

Por fim, rufem os tambores..... 

Nossa vencedora é....

Ana Luiza Brinati

Com o texto, pautado no post: O som do coração.

"Às vezes, nos pegamos pensando sobre o "tum tum" que o coração insiste em acelerar quando nos apaixonamos. Fica forte, ritmado e parece que vai sair pela boca. E não é só isso. O medo, a ansiedade, a saudade e a vontade de cuidar da pessoa também . Aquela necessidade constante de ter o amado ou a amada junto de você. Abraçar, beijar e receber carinho. A angústia de não vê- lo sempre que quer, o temor de perder. Isso tudo, dizem, é o cérebro quem capta. Nunca fui fã de Biologia mesmo, pra quê acreditar? Gosto de crer que quem manda todas essas sensações é o coração, juntamente com os olhos. Sim, os olhos. Afinal, é tão bonito quando estes se encontram e, lá no fundinho do coração, um sentimento começa a nascer. É quase a sensação de uma mãe ao pegar seu filho nos braços. Amor, alegria, orgulho e proteção. E quem negará essa afirmação? Amor é bonito, é aconchegante, tem cheirinho de café e pétalas de rosa. Tem gosto de jujuba e cara de domingo na casa da vó. É tão gostoso, não? 

Então, quando você sentir aquele frio na barriga, as pernas tremerem e o "tum tum" ficar mais rápido do que de costume, não corra, não grite e não chore. Fique em silêncio e sussurre para si mesmo: "Seja bem- vindo, querido amor. Que seja infinito enquanto dure.", porque, se for amor de verdade, não irá sofrer nem temer. Irá lutar e enfrentar pela sua felicidade. Amor: felicidade em forma de notas musicais."


Parabéns, querida! Amamos sua criatividade!

Ana, envie seu endereço completo para o email: thebestwordsbr@hotmail.com  para que a editora lhe envie seu prêmio! 

Então é isso, pessoal! Espero que vocês tenham curtido o nosso 1º - de muitos - aniversário.

Continuem nos acompanhando, pois ainda guardamos muitas surpresas para vocês.

Bjks da Ale ;)