CEO e Maníaco por Controle??


Como se respira, Mr.Grey??? Omg! 

Voltando para a parte em que eu sou uma blogueira séria e sensata....Pufffs... É quase impossível manter o foco com a imagem desse homem por perto.

Bom, depois de muito, muito, muito relutar, me rendi ao charme desse Cinquenta Tons e precisei passar aqui para compartilhar minha opinião com vocês.

Nessa resenha, com certeza, não preciso falar sobre o teor do enredo, não é mesmo? A Flavinha já comandou um bate- papo sobre os três livros da série ( Para conferir, entre na aba das resenhas ;D ). E, agora, chegou a minha vez.

Eu simplesmente fiquei viciada. Paguei mesmo pela língua, pois depois de recusar, comecei a amar de paixão. Estou engolindo os livros. Já estou acabando o segundo e quero logo descobrir como tudo vai terminar.

Para contextualizar, sabemos que Anastasia Steele se apaixona pelo milionário, CEO, misterioso,   maníaco por controle e com gostos poucos convencionais para suas "relações amorosas". Os dois vão se conhecendo e Ana resolve tentar se encaixar nos moldes de Christian, mas reconhece que BDSM não é realmente seu estilo e acaba abandonando o Mr.Grey ao final do primeiro livro. Os dois ficam desolados com isso e resolvem tentar novamente após o CEO descobrir que prefere deixar um pouco de seu lado exótico ao perder a mulher de sua vida. Assim, os dois entram num relacionamento mais normal, onde tentam conciliar o que é bom para um e para outro, no limite certo. E eu amei isso... Até chorei em algumas partes, pois vi como o Grey estava tentando realmente mudar.

Quando terminei de ler, fui atualizar minha estante do skoob e marquei Cinquenta Tons de Cinza como lido e, logo depois, fui olhar as resenhas que estavam disponíveis por lá. Fiquei triste com alguns comentários, pois a maioria falava que o livro era mal escrito, que só falava sobre sexo e que era um absurdo uma mulher ficar assim por um cara e blá.. blá.. blá...

Na minha humilde opinião, não é nada disso. Muito pelo contrário! Mal escrito? A autora escreve muito bem e cita várias coisas da Literatura Inglesa e de conhecimentos amplos. Ponto que rebate o que foi dito. Só sexo? Bom, tem bastante sim, mas tem o pano de fundo que explica tudo. Se você pegar o livro e abrir em uma página aleatória, certamente se chocará porque não leu o enredo. A questão é essa. As pessoas gostam de falar através de coisas soltas que ouviram de alguém ou porque não entenderam ou não se prenderam na parte essencial da história.
Submissão? Em nenhum momento, a Ana foi submissa. Pelo contrário, ela não tem um fio de cabelo de submissão. A personagem tem uma mente desafiadora, questionadora e uma língua afiada. Características que Christian ama e que se dispõe a aceitar, pois é disso que ele precisa. Logo, não concordei com nenhuma dessas críticas.

Ao contrário da minha irmã, achei que os personagens desse livro realmente lembram os de Twilight. O enredo é diferente, mas eu, como fã de Twi, vi algumas características que me lembraram totalmente da saga de Stephenie Meyer. ( Para quem não sabe, a autora de Cinquenta Tons, antes de lançar o livro, escreveu essa história como fic de Twilight, onde Christian era Edward, Ana era Bella e afins). Eu sorria quando identificava um personagem e adorei poder fazer essa associação.

Então, queridos leitores, recomendo essa leitura para os interessados no assunto. Porém, peço que deixem qualquer preconceito de lado e leiam com a mente aberta. Tenho certeza de que se vocês fizerem isso, vão amar o Mr. Grey. Eu me apaixonei por ele e agora estou amando Baunilha  ( piadinha literária à la Cinquenta Tons).

Espero que tenham gostado, pois nosso objetivo é satisfazer haha!

Vou correr para terminar a série ;) 
E sentar para esperar o filme em 2015....

Beeeeijos e mais beeeijos da Alê.

2 comentários

  1. adoreiiiiiiiiiiiiiii....kkkkkkkkkkkk. Que bom que vc gostou...realmente o Grey é perfeito.
    Quanto as criticas, o povo gosta de falar...não importa se realmente leu ou não...mas enfim....
    Está de parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! Que bom que curtiu! Estou completamente apaixonada por ele....
      Pois é... Não concordei com essas críticas, mas gosto não se discute... então..
      Obrigada pelo comentário, linda! Beeeijos!

      Excluir