Bienal do Livro em Sampa!




Oooie, amores!

E aí?? Curtiram muito a Bienal??? Nós curtimos bastante e, por isso, vim compartilhar nossas experiências sobre essa jornada literária com vocês.

A Alexandra aqui aproveitou esse paraíso de casa e, minha gente, eu me acabei !!! Surtei muito com cada novidade que apareceu na internet. Eu tentei manter a page do blog no facebook atualizada e espero que vocês tenham aproveitado conosco ( Não curtiu nossa página ainda??? Clique aqui para resolver esse probleminha). 


Bom, eu não pude comparecer presencialmente, mas o nosso blog foi muito bem representado. Afinal, o Tbw Br  apareceu na Tv Novo Conceito (Iuhhhh... isso mesmo! Posso surtar, produção??) e a nossa linda amiga, Carol Pass, foi a nossa correspondente por lá no primeiro final de semana... Então, sem mais delongas, vamos conferir essas novidades???

*****

Como eu disse anteriormente, a nossa querida editora parceira, Novo Conceito, criou um programa diário  exclusivo durante a Bienal, chamado Tv Novo Conceito, que exibia os eventos da feira e matérias inéditas para os fãs de livros. Eu acompanhei todooooos os episódios e, simplesmente, amei. (Você perdeu??? Então, clique aqui para ver tudinho no canal da NC). 

E... durante esse programa, o blog fez uma pequena aparição ... Lembram daquele vídeo em que meu papis querido falou sobre o livro do Maurício Gomyde? Então... a NC gostou muito e pediu para compartilhar...   ( eu nem gostei, né? rs)

https://www.youtube.com/watch?v=Mv52bx_bpTY&feature=youtu.be
  
(Clique na imagem para ver o nosso episódio! )

Tá... nós ficamos do lado da Tammy Luciano e da Bella Andre?? Que honraaaaaaa!


E, além disso, o blog ficou ainda mais presente porque a Carol foi uma fofa e nos representou no evento de blogueiros da NC \o/


 ( Quem ganhou marcador do Tbw Br aí em Sampa, hein??)


                                     Ownnnt! #ParceiroNC


Você deve estar pensando... Alexandra, você não foi à Bienal e vai ficar falando blá..blá aí? Não vou, não, gente! Hahaha... Pensando nisso, a Carolzinha fez um post muito legal contando sua experiência como autora ( Pois é... ela escreveu  Para Sempre - Entre o Poder e a Paixão. Ah... você não leu?? Corre então ... só está R$6,95 na Amazon. Clique aqui para conferir)  nesse lindo evento.

Essa é a sua deixa, amiga:


 
( Fernanda Terra e Carol Pass)

Bienal de São Paulo 2014. Essa definitivamente foi A Bienal. Pelo menos para mim. Meu objetivo ia além da simples caça aos bons livros. E foi maravilhoso.


Tudo começou às 7:00 horas da manhã, quando parti em direção a São Paulo, deixando o Rio de Janeiro, em busca do meu sonho. A terra da garoa, não estava assim tão fria, muito calor, muito sol e, infelizmente, pouca água. Fui direto para o hotel, no centro da cidade, e de lá, depois de uma soneca, para o Centro de Exposição do Anhembi. Para minha surpresa, não estava tão cheio. Imaginei muita gente se digladiando por livros e autógrafos, mas não foi bem isso o que encontrei.

Tenho que declarar que era uma sexta-feira, dia de trabalho, e a falta de pessoas (em excesso) foi ótimo, porque pude visitar cada um dos estandes e descobrir autores, editores, editoras, livros e outras coisitas mais que não imaginava. Tinha de tudo, desde estande da Angola a um que incentiva o adestramento de cães guias com a venda de chaveiros, passando por pipoca sendo distribuída de graça para quem se aproximasse e mulçumanos ensinando o que é real no Alcorão -  achei isso incrível. Bati muita perna, fiz muitas anotações de estandes que voltaria e livros que não estavam na minha lista.

No outro dia, voltei, só que dessa vez, cheguei no meio da tarde, imaginando que não teríamos tanto movimento. Há, há, há, ledo engano meu. Estava superlotado. Parece que todo mundo que não foi na sexta juntamente com os que iriam no sábado estavam lá - o que inclui um cão guia. Não havia espaço para mais nada. Todas as idades se concentravam naquele espaço. E havia, com certeza, um livro para cada um. Todos os estandes estavam lotados e os vendedores exaustos, e isso, às 3:00 da tarde.

Por volta de umas 18:00, eu já não aguentava mais andar, as filas não iam a canto nenhum e devo confessar que deixei de pegar alguns autógrafos. Em compensação, tive a companhia de várias amigas autoras e pude encontrar algumas leitoras - Esse contato é sempre fascinante.

Já no domingo, pela manhã, aproveitei para visitar um pouco São Paulo. Conheci a Estação da Luz, a Pinacoteca, Sala São Paulo e a Estação Julio Prestes. Lugares lindos. E, finalmente, depois de uma fila que dava a volta no quarteirão para pegar o ônibus gratuito para a Bienal, cheguei e fui logo brindada com um evento onde estava Cassandra Clare - havia muita gente ... muitos fãs chegaram às 07:00 horas da manhã... e, pelo que eu soube, houve pisoteamento de pessoas...

Para mim, foi uma surpresa poder ver a Cassandra, já que eu estava no horário do almoço e, no dia anterior, só pude ver a Kiera Cass de muito longe (na verdade, só vi a cabeça do marido dela). Foi legal ver como ela se emocionou, ao ponto de ir às lágrimas, com as homenagens e perguntas que seus fãs fizeram. Em um momento, ela pediu para fotografar a tatuagem de um garoto, que ela adorou, e, em outro, deu os parabéns para uma garota que fazia aniversário.

Logo depois do momento Cassandra e de barriga cheia, segui, corajosamente, rumo às filas, digo, às compras.

Havia fila pra tudo: comprar, pagar, pedir autógrafos...

 Depois de comprar alguns livros, segui para a Novo Conceito, onde comprei um pouco mais, conheci o Maurício Gomyde, reencontrei a Tammy Luciano e me sentei no meio de outros tantos blogueiros para o evento em que iria representar o The Best Words Brasil. Foi muito empolgante estar em uma posição nova, a de “blogueira”,  e conhecer pessoas que amam o que fazem e que se dedicam à leitura, 
única e exclusivamente, por amor.

O evento foi superanimado. A princípio, houve uma conversa em que muitas perguntas foram feitas, inclusive para mim, sobre como o autor se sente quando lê uma resenha ou crítica ruim a respeito do seu livro. Depois,  foi a vez de uma gincana movimentar o pessoal. E aí, definitivamente, a animação se instaurou a cada brincadeira... Eu participei de uma delas e tive que imitar o sotaque dos baianos.

Nesse tempo, os livros da Novo Conceito iam se descortinando para mim e me dando a imensa vontade de comprar cada um deles.

 Com várias sacolas de livros, brindes, marcadores e presentes, superexausta, mas absolutamente realizada, me despedi da Bienal do Livro de São Paulo com a certeza de que essa foi uma das melhores viagens que eu fiz. 

No ano que vem tem mais... e agora no Rio. Antes disso, teremos em Minas Gerais e Fortaleza. Quem sabe eu não fujo para mais uma? Tomara.

 Obrigada por tudo, amigaaaaa! Você é demais!!!
E, além desse incrível relato, olha o que a Carol trouxe para mim:


Se a Alexandra não vai à Bienal, a Bienal vai até Alexandra.


É isso, pessoal.... Espero que tenham curtido essa cobertura do Tbw Br ;D 
Agora, ficamos com a contagem regressiva para a festa no Rio!


Vem para mim, Bienal!!!!


Beeeeijos da Alê <3

2 comentários

  1. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh.....como eu queria ter ido.....mas, quem manda eu ser pobre?? rs
    mas a do ano que vem eu não perco por nada desse mundo.....

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh..eu também queria ter ido...mas a gente faz a festa no ano que vem, mana!!!!

    ResponderExcluir