"Eu te darei o sol" - Jandy Nelson.




Oi, gente, aqui é a Thata!!!

 Venho mais do que feliz dizer que escrevi a resenha de mais um livro MARAVILHOSO da Novo Conceito! E estou radiante por estar tendo a oportunidade de compartilhar o meu recente fascínio por Eu Te Darei O Sol. Vem conferir a resenha ;)

***

Noah e Jude eram gêmeos muito próximos, carne e unha, liam a mente um do outro, sabiam o que o outro estava sentindo e, além de tudo, eram melhores amigos. Mas, então, eles começaram a crescer. Jude era popular, cobiçada pelos surfistas e totalmente diferente de seu irmão, Noah, o esquisito sem amigos que passava mais tempo com seu bloco de desenhos do que com qualquer outro ser humano. E, claro, agora tinha uma ereção quando estava muito perto de garotos!

Até que um dia, uma catástrofe acontece, e os rumos da história mudam totalmente. Noah e Jude se encontram em uma rede de segredos e mentiras, tentando desvendar um ao outro.

Vou ser sincera e dizer que, quando eu li a sinopse do livro, eu não fazia ideia do que me esperava nessas páginas. Este pequeno resumo não faz jus ao livro incrível com que me deparei. Divertido e dramático, mais do que um romance, Eu te darei o sol fala sobre a amizade.

O livro é narrado por Jude aos 16 anos e por Noah entre os 13 e 14 anos, e, a cada capítulo, essa passagem de tempo é feita entre presente e passado. No início, pensei que seria confuso, mas ,na verdade, foi um ótimo jeito de levar o livro. Uma história acabava complementando a outra, mesmo em épocas diferentes, e, aos poucos, você ia montando o quebra-cabeça. Foi uma ideia muito boa da autora, e a cada final de capítulo, eu queria mais de Jude ou de Noah.

E, por sinal, os dois foram personagens muito bem construídos, cheios de falhas e virtudes, fáceis de se identificar e se apaixonar. Eu amei estar na mente deles! Jude é paranóica com doenças, e fala com a sua avó morta. Noah não tem amigos, e, ao fazer amizade, passa por sua primeira paixão, lidando o tempo todo com a sua homossexualidade. Eles não são adolescentes totalmente comuns, mas, ao mesmo tempo, são muito parecidos conosco.

Nenhum dos protagonistas, ou coadjuvantes, é idealizado. Todos eles erram (e feio), mas todos eles se arrependem, como qualquer outro ser humano, e isso te deixa mais próximo do personagem. É muito interessante também ver a mudança dos protagonistas, já que o livro é narrado no passado e no presente.

O romance de Noah foi muito bem escrito. Foi o primeiro amor por si só, simples e arrebatador, impossível de não torcer para que os dois ficassem juntos. E o de Jude foi igualmente encantador, e meu coração de shipper sofreu em muitas cenas.

A autora tem uma escrita muito boa, que te prende ao longo dos capítulos e que te desperta a curiosidade para saber quais são os segredos e as intrigas que ocorrerão. O enredo é muito bem entrelaçado, nos mínimos detalhes.

É um ótimo livro Young Adult, que vale a pena ler e que te faz pensar sobre até que ponto atitudes definem uma pessoa. Essa obra com certeza vai fazer você se apaixonar por Noah&Jude! 

Por uma amizade como a deles, eu daria o céu, as árvores, as flores, e principalmente, daria o sol.

5 comentários

  1. Que orgulho ler uma resenha sua Thata!! E que livro foda. Já gostei quando li a sinopse. Vai pra lista de desejados. Hahahaha. Parabéns! E que venham muitas resenhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né??? Ela tá maravilhosaaaa! Que orgulhooooooooooooo <3
      Esse livro com certeza já está na minha lista de desejados!

      Excluir
    2. Leo já te disse q vc é o melhor? Pq vc é hsbsjsbhabsbs. Sério, eu ganho o dia com seus comentários <3

      Excluir
  2. QUE FINAL DE RESENHA MARAVILHOSO FOI ESSE????
    Thata tá arrasando demaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiis! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai sério? Bshsbjahsha obrigadaaaaaaaa. Mas eu só arraso por causa de vc, então quem ta arrasando sempre é a senhorita <3

      Excluir