"O Príncipe Congelado" - Raigor L. Ferreira.


Oiiie, gente!

Passei aqui para finalmente trazer a resenha do nosso parceiro Raigor L. Ferreira. Já o apresentamos para vocês (se você não viu, clique aqui para conferir) e, agora, chegou a vez de falarmos sobre o conto que ele nos disponibilizou!

Gosta de reinos, príncipes e magia? Então, não perca esse post ;)

***

O Príncipe Congelado nos traz a história de Phelipe, um príncipe que sofreu com muitas cobranças de seu pai, enquanto sua mãe tentava aliviar a pressão que o rei fazia para que o filho aprendesse "serviços militares". Após muitas brigas e desastres, o pequeno herdeiro se isola de tudo e de todos e começa, misteriosamente, a congelar. 

O Reino de Arvoredo entristece com o distanciamento do futuro rei e, aos poucos, todos os lugares do reino vão perdendo o calor, e vão ficando frios, como o príncipe. No entanto, a chegada de uma princesa com certa singularidade pode aquecer o coração do príncipe e de todos os súditos.

Nesse conto, Raigor nos traz um enredo repleto da magia dos contos de fadas. Ao ler, me senti como na época em que meu pai me contava histórias antes de dormir e em que eu sonhava com fadas, príncipes e tudo mais. 

Nessa obra, encontramos a sensibilidade de que todo adulto precisa para enfrentar sua intensa rotina e toda a ilusão que uma criança precisa para sonhar. Por esse motivo, O Príncipe Congelado não é uma história para ser contada apenas para crianças, mas, sim, para todos nós que ainda temos um lado da "Terra do Nunca" em nossos corações.

Com uma linguagem leve e gostosa, o leitor entra em conexão com as palavras, como em uma melodia, e nem percebe quando o ponto final chega.

Preciso confessar que lembrei muito de Frozen ao ler e acho que todos vocês vão ter o mesmo sentimento, mas não fiquem obcecados por "abraços quentinhos", okay? 

Bom, para encerrar essa pequena resenha, só preciso falar que a única coisa que me fez falta foi a presença de maiores diálogos. Porém, por se tratar de um conto, entendi que tudo deveria ser reduzido para uma adaptação ao gênero. 

MAAAAAAAAAAAAS, Raigor, se você quiser aumentar o conto ou fazer um bônus, nós vamos amar, hehehe!

Espero que tenham gostado dessa história tanto quanto eu, pessoal!

Beijinhos da Alê!

6 comentários

  1. Adorei a resenha, a capa ficou fofinha, me lembrou o pequeno príncipe e o Jack Frost. Fiquei muito curiosa pra ler. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa tá demais, né? Acho que combinou bem com a atmosfera do livro!
      Awnn, acho que você vai gostar, linda <3

      Excluir
  2. Oi Alê, eu já conhecia o conto e estou muito curiosa com ele, eu administro um grupo de desafios literários e um dos desafios é ler um conto, já estou com alguns na lista e esse já estava lá, mas acho que definitivamente ele vai ser o escolhido =D

    Assim como a Ana, vendo a capa eu também lembrei do Pequeno Príncipe e até achei que fosse alguma releitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHhhh, que lindooooooo, Bia! Leia, sim, pois você vai se encantar <3
      Simmm, você e a Ana tiveram uma impressão linda... e acho que combina com a atmosfera da leitura <3

      Excluir
  3. Adorei sua resenha Ale! Fiquei curioso em relação a esse conto. Pela sua resenha me fez resenha de "O pequeno principe". E estou te julgando, não creio que você viu "Frozen". Hahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Oi Aleeee!
    Adoro essas histórias que são tanto para crianças como para adultos!
    Se conseguir vou ler sim!
    Bjs

    ResponderExcluir