"Paris Vermelha" - Sylvia Regina Pellegrino


Oieeeee pessoal....tudo certinho com vocês??? Espero que sim....
Hoje nós iremos falar de mais um livro que foi indicado por minha querida companheira Thais Turesso do blog Viaje na Leitura. Falaremos de Paris Vermelha da autora Sylvia Regina Pellegrino. Vamos conhecer mais um pouquinho dessa história....

O livro conta a história de Hosana Stein, uma mulher jovem, bonita e com muitos sonhos. Hosana acha que irá viver um conto de fadas quando conhece o homem de sua vida – Gerald Champoudry. Porém, o que Hosana não contava era que a ambição de Gerald iria falar mais alto e em troca de dinheiro e poder, este a abandona na semana do seu casamento e casa em Paris com a filha de um famoso político brasileiro.

Hosana não deixa barato e promete se vingar. Ela move céus e terras para conseguir cumprir sua promessa, até mesmo se sujeita a casar com um homem rico para obter dinheiro para realizar a sua vingança. Hosana vira uma mulher gelada e todos a sua volta começam a chama-la de imperatriz de gelo, mas isso não tira o foco dela – acabar com Gerald.

Gerald começa a avançar em sua carreira política e se candidata ao maior cargo do Brasil, o de presidente da republica. Hosana acredita que ele não possui condições morais para assumir um posto com tamanha responsabilidade e começa a mexer seus pauzinhos para conseguir seu objetivo.

O que Hosana fará para impedir isso? Será que Gerald possui algum podre que poderá colocar a perder a sua carreira na política?

Um livro com bastante mistério, romance e muita adrenalina. Se você curte histórias com muitos desfechos e com finais que te surpreendam, não perca tempo e adquira mais essa obra 100% nacional.


******************************************

Acho que não é mistério para ninguém que eu adoro romance policial, e este traz uma boa pegada de adrenalina e faz com que você queira entrar na história para desvendar os mistérios.
Confesso que no início do livro eu fiquei um pouquinho confusa, pois ele mistura um pouco do passado e do presente, mas nada que com uma leitura mais atenta você não consiga entender.

O nome do livro se dá pois uma grande parte da história acontece em Paris, pois Gerald Champoudry tem uma fábrica de perfumes, que alias me esclareceu uma grande dúvida: Sempre me perguntei a diferença entre eau Parfum, eau de toillete e eau de cologne. A única diferença é a concentração de essências o que poderá deixar o perfume por mais tempo na pele....obrigada Sylvia, por esclarecer essa dúvida...rs

Outra curiosidade também é que lá em Paris, também rola essa treta entre táxi e Uber e que constantemente eles fazem passeatas para que o serviço seja regulamentado, ou seja, não é só no Brasil que rola as tretas...rs.

Em resumo eu posso garantir que curti bastante a história, mas como todo bom leitor, a gente nunca está satisfeito. Na minha opinião o desfecho da história poderia ter sido melhor, pois até o final eu fiquei esperando para saber o que aconteceria com o cidadão e no entanto fica muito no ar....então a minha única “crítica negativa”, se é que eu posso chamar assim, é porque eu gostaria de saber mais sobre o que aconteceu.

Se vocês curtiram essa história, dê um pulinho na livraria mais próxima e adquira essa obra e depois tragam as suas opiniões pra gente, ok?

Quero agradecer imensamente a Sylvia Regina Pellegrino por confiar na gente e nos mandar o seu “filho” para que pudéssemos divulgar e dar a nossa humilde opinião para vocês. Quero agradecer também a minha querida amiga Thais Turesso por mais uma vez indicar o nosso blog para fazer a resenha de mais um livro incrível.

Bom, hoje eu vou ficando por aqui, mas volto logo logo para trazer bastante novidades a vocês!!!!
Um grande bjo no coraçãozinho de vocês!!!!
Flay



2 comentários

  1. Olá Flá,

    Amei a resenha do livro e assim como você adoraria saber o que aconteceu com os personagens, mas acredito que livros assim tornam tudo muito mais interessante, apesar da curiosidade que fica hehehe

    Beijos no <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade Tatá....pois leva a gente a imaginar....mas eu tb adorei a história....mto bom

      Excluir